Unhas fracas depois da gravidez, o que posso fazer?

Partilha de tarefas ajuda a aumentar a natalidade
11 de junho de 2018
Enxoval de bebê completo, lista do que devo comprar
18 de junho de 2018

Unhas fracas depois da gravidez são um problema comum das recém mamães. Se lida com este problema e não sabe quais as melhores formas de o solucionar, venha descobrir mais com a gente.

Durante a gravidez, são incontáveis as mudanças sofridas pelo corpo feminino. Isto é, também, verdade no que diz respeito às unhas da mulher.

De fato, ao longo da gestação, as unhas geram várias questões. As futuras mamães querem saber se podem pintar as unhas ou fazer unhas de gel na gravidez.

Esta preocupação é ainda, muitas vezes, acompanhada de alterações nas próprias unhas que, enquanto fortalecem e apresentam um crescimento (ainda mais) saudável para algumas mulheres; para outras se tornam mais frágeis e quebradiças.

Quem lida com esta última problemática conhece bem a luta por manter as unhas, agora tão frágeis, sem partir.

E aguarda, pacientemente, pelo parto, na esperança de que as unhas possam vir a fortalecer posteriormente.

Embora seja verdade que, depois do parto, o corpo da mulher começa a retomar a sua forma; é igualmente verdade que os problemas causados pelo enfraquecimento das unhas pode manter-se durante vários meses depois do nascimento do bebê e, por isso mesmo, torna-se importante saber o que fazer perante unhas fracas depois da gravidez.

1. Unhas fracas depois da gravidez

A gravidez é uma fase de mudança e as alterações promovidas pelas hormonais, no corpo da mulher, nem sempre são as melhores. As unhas são um bom exemplo disto mesmo.

Durante os meses de gestação, são muitas as mulheres que assistem a um progressivo enfraquecimento das unhas, afirmando que estas ficam quebradiças, fracas e maleáveis, chegando a partir com facilidade.

As unhas fracas depois da gravidez são também comuns e muitas mulheres procuram, nesta fase, soluções para o problema, desejando o retorno das suas unhas fortes e saudáveis.

Fortificar as unhas fracas depois da gravidez não é impossível, havendo alguns métodos e produtos que são perfeitamente seguros para esta fase da vida, mesmo se a mamãe estiver a amamentar.

Outros reforços poderão, ainda, ser integrados na rotina e usados depois da fase do aleitamento do bebê.

2. Aliados na fortificação das unhas

As unhas mais frágeis são geralmente unhas mais secas do que as unhas fortes. Isto significa que, para começar a fortalecê-las, o recurso a cremes hidratantes de mãos poderá ser muito útil.

Além disso, para evitar que o ressecamento aumente e evitar partir constantemente as unhas, o uso de luvas no momento de realizar atividades como lavar a louça pode ser muito útil.

No que diz respeito a produtos, existem fundamentalmente de dois tipos: aqueles que pode aplicar na região afetada e que, não sendo ingeridos nem absorvidos pela pele, são seguros para utilizar assim que o bebê nasce, ainda que esteja a amamentar; e aqueles que pode tomar, sob a forma de suplementos, e que devem aguardar o final do período de aleitamento antes de serem iniciados.

Durante a amamentação poderá, por exemplo, recorrer aos vernizes fortificantes, que ajudarão a reconstruir e reestruturar a forma e a densidade da unha, protegendo-a e impedindo que quebre com a mesma facilidade.

Esta solução será muito útil para garantir que não fica com as unhas mais desgastadas ao longo deste período.

Quando já não estiver a amamentar, os suplementos alimentares, principalmente aqueles que contêm vitaminas, minerais e micronutrientes específicos para o efeito.

A nível alimentar, a mamãe poderá também fazer escolhas que ajudem na resolução das unhas fracas depois da gravidez.

Alimentos ricos em vitamina C (como a laranja, o morango ou o limão), ricos em vitamina E (como os espinafres, as sementes e os frutos secos); ricos em vitaminas do complexo B (como ovos, carne e grãos integrais) e também em zinco (como o peixe ou o frango) serão fortes aliados na reconstrução dos tecidos da unha e no seu fortalecimento.

Além disso, as gelatinas são alimentos que ajudam, também, a fortalecer as unhas e o cabelo, promovendo o seu crescimento saudável.

3. Algumas dicas

Ao longo do tempo em que permaneça com unhas fracas depois da gravidez, existem algumas dicas que poderá seguir para evitar o agravamento do problema.

Como já referimos, o uso de luvas na lavagem de louça ou outras limpezas é fundamental.

Além disto, a prática de uma rotina de cuidados de manicure poderá ajudar a melhorar a situação.

Durante esta fase, será importante que tenha os seus próprios kits de cuidado de unhas e que hidrate as mãos com frequência.

Recomenda-se ainda, durante o tempo em que note as unhas mais frágeis, que evite os vernizes de tons mais escuros, uma vez que, nesta fase, estes poderão deixar manchas indesejadas.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com