O que fazer quando as crianças dão pequenas pancadas

Criança com tiques, é passageiro ou devo agir?
24 de maio de 2018
Com quantos dias o bebê recém-nascido pode viajar de avião?
31 de maio de 2018

As mamães sabem bem: por mais que se tente proteger uma criança, as pequenas pancadas serão sempre inevitáveis e, com elas, surgem os indesejados hematomas. Saiba o que fazer perante estas pequenas pancadas e como a arnica pode ajudá-la.

É certo como o sol nascer pela alvorada: ao longo do crescimento do bebê, este irá, com toda a certeza, ter as suas quedas, os seus “erros de cálculo” quanto à distância das mesas, os seus acidentes de percurso… as pequenas pancadas também fazem parte do desenvolvimento do bebê.

Principalmente quando começam a andar e querem descobrir o mundo por sua conta e risco, as crianças tendem a magoar-se.

Sejam quedas ou encontrões, esta é a fase em que será impossível para as mamães manter o seu pequeno rebento quieto e totalmente protegido.

Arranhões, hematomas e galos vão fazer parte do quotidiano destes aventureiros de fraldas e também dos seus pais, cujas corridas para amparar quedas nem sempre chegarão para acautelar as marcas do impacto.

É neste momento que a preocupação sobre as melhores formas de ação perante as pequenas pancadas do bebê surge. As mamães querem saber como reagir e como tratar os resultados destas pequenas aventuras dos seus bebês.

Hoje, é sobre esta temática que nos debruçamos. Venha conosco saber o que fazer quando as crianças dão pequenas pancadas.

1. Das pequenas pancadas às soluções

Brincar e explorar o mundo à sua volta faz parte do processo de desenvolvimento do bebê e, neste, só um milagre impediria alguns contratempos.

Por norma, costumamos insistir que mais vale prevenir do que remediar… e é verdade!

Neste caso, no entanto, precisamos de ser realistas: a prevenção só poderá ir até alguns pontos-chave (muito importantes, é claro!) como pôr proteções nas fichas, barreiras nas escadas e amortecedores nas esquinas dos móveis.

Impedir que o bebê caia, que dê pequenas pancadas ou que não viva com galos, hematomas e arranhões… isso é impossível.

Para minimizar o problema, pode sempre acrescentar à sua lista de afazeres alguns itens como retirar produtos de limpeza e medicamentos do alcance da criança, colocar proteções antiderrapantes no chão, evitar que instrumentos potencialmente perigosos e objetos pequenos estejam perto do bebê ou reorganizar os espaços para que se tornem menos perigosos.

Ainda assim, mamãe, confessamos: mais cedo ou mais tarde, vai acontecer um arranhão ou um hematoma indesejado, fruto de uma pancada num local qualquer.

É neste momento que se torna útil conhecer alguns truques. Um deles, que provavelmente faria intuitivamente, é colocar a zona magoada sob água fria.

Outro, será o recurso ao gelo, recordando que este não pode ser colocado diretamente sobre a pele. Por fim, um menos conhecido é o gel ou a pomada de arnica, que irá ajudar a aliviar, rapidamente, o desconforto na área afetada.

2. Arnica: o que é?

A arnica trata-se de uma planta medicinal que é utilizada neste tipo de tratamento há milhares de anos.

Esta age como um analgésico, um antisséptico, é anti-inflamatória, ajuda a cicatrizar ferimentos pequenos e combate as hemorragias.

A sua forte ação deve-se à presença dos flavonoides e a sua aplicação é externa, devendo ser colocada sobre a região inflamada da pele.

O uso da arnica ajuda a reduzir os hematomas e a formação de coágulos subcutâneos e, por isso mesmo, quanto mais rápido aplicar este produto depois das pequenas pancadas, mais eficaz será a sua ação na redução das marcas indesejadas.

Este produto existe, como mencionamos, sob a forma de pomada e gel, existindo ainda em forma de spray, de tintura e de óleo. Todos estes fármacos têm uma aplicação meramente tópica.

3. Cuidados e precauções

Embora seja sua aliada para gerar um alívio imediato na zona da contusão, ao usar arnica no tratamento dos hematomas deixados pelas pequenas pancadas, deve considerar que esta planta medicinal não pode ser ingerida.

A aplicação dos tratamentos deve ser tópica e não deve ser aplicada em regiões de ferida aberta.

Além disto, ao fazer a aplicação das pomadas, deve ter atenção a eventuais reações cutâneas, já que existem casos de alergia à arnica.

A melhor maneira de garantir a total segurança do tratamento será a consulta de um especialista.

Da mesma forma, se notar que os hematomas do seu filho são persistentes, frequentes ou que surgem sem que compreenda porquê, torna-se imprescindível a consulta de um médico.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com